segunda-feira, julho 06, 2009
















De tanto sangrar afoguei o homem da minha vida.
Hoje sangro sem dor, tenho uma fuga na alma.
E não me venham dizer que sou mulher
Se sou apenas ferida

1 comentário:

antoniomaia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.