quinta-feira, março 25, 2010

ÁH RI






















(por causa da 'Rua da Saudade')

ARI, ARI…

Disseste tudo o que havia para dizer.
Cansaste a luta
Rapaste o tacho à bruta
Gastaste a Liberdade que havia para viver.


ARI, ARI…

São os Santos do teu nome que se alimentam da Fé.
Esquecem-se de dar de comer à fome,
Vivem deitados e morrem de pé.


ARI, ARI …

Solta o poeta solteiro!
Homem em banho Maria…
Ataste a Vida ao fumeiro
E foste morrer num cinzeiro
Com as aparas da Democracia.

AH RI, ARI, AH RI…
Mas no fim, há sempre alguém que chora por ti.

1 comentário:

antoniomaia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.